Log In

TeleRatings

Audiência nos EUA entre os dias 28 de abril e 1º de maio

Pin it

Jeremy Davies em LostO atrasado editor traz mais uma coluna-resumo, trazendo os destaques da semana que passou nos números de audiência da TV americana. Tópicos para discussão: Fringe versus The Mentalist, o centésimo episódio de Lost, o mal desempenho das renovadas Parks and Recreation e Southland e, na sexta-feira, o mesmo papo velho de sempre, com Ghost Whisperer reinando e Dollhouse encolhendo.

Ranking por canal na terça, 28 de abril

Emissora Fox CBS NBC ABC CW
Média
(em milhões)
16,58 15,19 9,78 7,80 1,81

O duo American Idol e Fringe segue líder, claro, mas a Fox está sendo seguida mais de perto do que nunca nesta temporada pela concorrente CBS. As duas atrações da raposa tiveram média de 16,58 milhões de telespectadores, contra 15,19 dos procedural dramas da CBS.

No horário das 21h, Fringe e The Mentalist travaram uma bela disputa. Fringe ainda foi melhor no demo 18-49, com média de 4,3 pontos, contra 3,7 de The Mentalist. Mas Patrick Jane e cia. vence com ampla vantagem em número de telespectadores – 16,90 milhões contra 10,61 milhões.

Na CW, 90210 apareceu pela primeira vez com menos de 1 ponto de audiência qualificada – média de 0,9 ponto e 1,80 milhão de telespectadores. Infelizmente, Reaper teve desempenho ainda pior.

* * *

Ranking por canal na quarta, 29 de abril

Emissora Fox CBS ABC NBC CW
Média
(em milhões)
14,86 10,58 6,67 6,39 2,63

Enquanto todas as grande redes transmitiam a entrevista coletiva dos 100 dias do Presidente Barack Obama – com média de 22,02 milhões de telespectadores no somatório da ABC, NBC, CBS e Univision, sem contar os canais de notícias – a Fox exibia Lie to Me. E era de se esperar que o seriado fosse ganhar a audiência de todos os desinteressatos em política, mas na verdade o programa praticamente manteve os números da semana anterior – 2,4 pontos e 7,88 milhões de telespectadores. Quem também não exibiu a coletiva foi a CW, que cravou 4 milhões de telespectadores com o segundo episódio gravado no Brasil de America’s Next Top Model.

Não foi só o Obama que chegou aos 100. Lost chegou aos 100 episódios, com a mesma audiência meia boca que vem acompanhando a série neste temporada – 8,81 milhões de telespectadores e 3,9 pontos.

* * *

Ranking por canal na quinta, 30 de abril

Emissora CBS ABC Fox NBC CW
Média
(em milhões)
12,45 10,20 7,90 6,20 3,11

Numa típica noite de quinta-feira, a ABC liderou no demo 18-49 e a CBS venceu em número de telespectadores. E a CBS melhorou seus números, trocando a micada Harper’s Island por uma reprise de Criminal Minds.

E com Criminal Minds no horário das 22h, a CBS arrasou Southland, da NBC. Ainda bem que a série já foi renovada e o contrato foi assinado: ela perdeu 14% da audiência, e teve apenas 2,1 pontos e 6,68 milhões de telespectadores – caindo um pouquinho mais, ela fica no nível de Life ou Knight Rider.

Parks and Recreation vai atingindo o mesmo nível de mediocridade Kath & Kim – deu 2,3 pontos e 5,29 milhões de telespectadores. Mas, parece que pra NBC isto não é problema, já que a série parece que foi renovada para uma segunda temporada. E até há motivo para comemorar, no início da noite a série ao lado de My Name is Earl bateu Ugly Betty, da ABC, que voltou do hiato com números patéticos.

Não é por nada não, mas Ugly Betty tá com cara de que só foi renovada agora para sair do ar rapidinho na próxima temporada.

Private Practice encerrou sua segunda temporada com média de 9,85 milhões de telespectadores e 3,6 pontos no demo 18-49.

* * *

Ranking por canal na sexta, 1º de maio

Emissora CBS ABC NBC Fox CW
Média
(em milhões)
9,63 5,00 4,93 3,14 1,54

Na sexta-feira, que não foi feriado pros americanos, o duo Prison Break e Dollhouse seguiu desapontando: o seriado de ação subiu um pouquinho o número de telespectadores, para 3,2 milhões, mas manteve 1 mísero ponto no demo 18-49 anos. Dollhouse também recuperou audiência, para 3,09 milhões, mas na medição por idade bateu novo recorde negativo: 1,1 ponto. A finale é na semana que vem. E alguém aí apostaria que o desempenho da série vai melhorar?

O destaque positivo da noite, obviamente, segue sendo a Melinda Gorda (eu continuo chamando ela carinhosamente assim, mesmo sabendo que agora ela está bem magrinha): Ghost Whisperer se recuperou do tombo da semana passada e deu 2,3 pontos e 9,67 milhões de telespectadores.

Coluna editada a partir de número fornecidos pelo instituto Nielsen (dados de exibição ao vivo mais programas assistidos em DVR no mesmo dia) e com informações do TV by the Numbers.

Séries citadas:

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

27 Comments

  1. Victor Hugo

    Fringe esta renovada para uma segunda temporada.. é hit apenas na audiencia qualificada 18-49 anos.
    Southland merecia uma audiencia maior assim como Dollhouse mas vá entender os americanos….

  2. Eduardo

    É uma pena. Criminal Minds já é uma série batida e previsível em sua fórmula imutável (assim como qualquer série de Jerry Bruckheimer).

    Southland é novo, tem uma narrativa mais dinâmica, e potencial para ganhar simpatia do público.

    Pelo menos, com o segundo ano, isso ainda pode acontecer. Espero que o público americano não caia de volta na tendência dos episódios isolados. Caso isso aconteça, não haverá outra série como Lost por um bom tempo.

  3. juan

    Poderia dizer os números de Smallville e Sobrenatural?

    Resposta do Editor:
    Smallville: Viewers: 3,26 mi. 18-49: 1,5/4
    Supernatural. Viewers: 2,96 mi. 18-49: 1,3/3

  4. Thomaz Jr.

    Renovaram a Betty pq não consguiram emplacar as sitcom’s no mesmo horário. Contudo, assim q pintar algo mais rentavel extraditam a Betty.

    PARKS AND RECREATION foi mesmo renovada?

    Qdo penso que a NBC vai renascer, vem a CBS e pisa no pescoço dela.rs

  5. anderson

    Eu sou um desses “meia boca’ q adora Lost, vai entender né?

    A FOX tenta ser pretensiosa, unica das grandes a exibir uma série enquanto as outras colocaram Obama, e a audiência ignorou, ficou na mesma. Ou seja, ao acabar American Idol a fox volta ser uma coadjuvante entra as grandes.

    E essa Southland, confesso que até em deu esperança de haver uam luz no fim do túnel da NBC, tomara q tenha sido só uma semana ruim.

  6. Bruno Eduardo

    Mas quais foram os numeros de Ugly Betty?

    Resposta do Editor:
    Ugly Betty: Viewers: 6,81 mi. 18-49: 2,0/6

  7. Rubens

    Já eu espero que o público americano continue forçando as emissoras a exibirem seriados com episódios isolados — ou no máximo com um arco secundário (não em primeiro plano) que se feche totalmente em uma única temporada e mais nada –, como é de praxe ha 50 anos na tv americana e é como o público de seriados está acostumado.

    Quem gosta de novela em capítulos que nao acabam nunca é latino, e para isso já existem os canais espanhóis. Que a experiencia de Lost nao se repita tao cedo na tv americana, pois enche o saco ficar anos para acompanhar uma única história com explicações tôscas (e eu acompanho Lost, mas que é um saco é!).

  8. anderson

    “Quem gosta de novela em capítulos que nao acabam nunca é latino”

    Nunca vi uma tamanha besteira escrita aki antes, além de ser um comentário ridiculo, é preconceituoso.
    mas nem entrando nesse mérito de discussão, soh alguém descerebrado para torcer q nao existam mais séries do nível ou proposta de LOST, só alguem com muita limitação de criatividade para se conformar com nivelização por baixo das séries.

    E só alguem masoquista e irracional para acompanhar uma série se nao entende as “explicações toscas”.

    Quer algo q se feche em uam temporada? acompanhe mini séries então.

  9. Tom

    Nossa q revolta Anderson, aprenda a fazer críticas construtivas. O cara tem o direito de expor a opinião dele, mesmo q tenha sido um pouco preconceituoso. Agora se americano gostasse mesmo de novela, ela passaria no horário nobre e não durante o dia.

  10. Rubens

    So que a Historia está do meu lado, Anderson… Eu assisto a seriados americanos desde o inicio da década de 60, ha quase 50 anos. E a regra numero 1 dos seriados *SEMPRE* foram as historias centrais fechadas em um único (ou até 2) episódio. No máximo permite-se alguns pequenos arcos de menor importância como pano de fundo, do tipo nascerem os filhos de uma familia, etc.

    Do mesmo modo, desde o início da década de 60 eu vejo as produções latinas com essa “coisa” de ter uma única história contada em dezenas, centenas de capítulos sem fim… (porque se não for assim, o latino não se fideliza à emissora).

    A história com início/meio/fim é o maior atrativo dos seriados, quando comparados à uma novela latina.

    Portanto, historicamente, seriado americano em capítulos é quase que uma aberração. Esse não é o normal da tv americana, e eu torço para que não mude, porque eu NÃO GOSTO de episódios serializados para contar uma história única — o que é sempre um convite para ficar enrolando e enrolando ad-infinitum a paciencia do telespectador, como ocorre atualmente em Lost e suas bobagens de rodas de burro que movem arquipélagos e até parte do oceano através do tempo e espaço.

  11. Camila Oliveira

    Senti falta das colunas.

    Se a NBC tiver renovado Parks and Recreation que dá pouco mais de 5 milhões de audiência, deveria logo renovar Chuck que dá 6 milhões.

  12. anderson

    Rubens, nao assisto séries a tanto tempo q nem você, maximo uns 15 anos e nao gosto de falar de séries q nunca vi.
    Mas antigamente nao existiam series com tramas longas? Perguntando por curiosidade mesmo, akela Dallas nao seria uma?

    Discordo dessa coisa de qualificar pessoas em latinos, ou brancos, ou sei la oq. Mas será q nao esta na hora de mudanças no método de fazer Tv se ela esta mesmo 50 anos na mesma coisa?

    E será q não há espaço para varios tipos de série, como sitcom e ao mesmo tempo comédias como The Office, ou dramas mais novelão como brothers and sisters, e ao emsmo tempo termos CSI e series mais complexas como Lost? Eu pessoalmente nao quero q todos os canais transmitam somente um tipo de série, axo q DIVERSIFICAÇÃO é a palavra de reinvençao para as emissoras q estao cada vez mais perdendo espaço por esse mesmo motivo de terem medo de ousar.

  13. Claire

    Concordo com seu último comment Anderson.
    E tomara que Southland melhore seus números.

  14. Felipe Silva

    Lost é uma série que chama atenção. Estamos na quinta temporada , com 100 episódios completos. Por ser uma série que você precisa acompanhar desde o início para entender, sua audiência é boa . E o seriado ainda é bom, e muito .

    Rodas de burro que movem arquipélagos ? estamos mesmo falando do mesmo seriado ?

  15. Eduardo

    Discordo dessa opinião de que serialização equivale a enrolação. É mais do que possível criar segmentos com começo/meio/fim dentro de uma história contínua como Lost. Todos os episódios são estruturados dessa forma.

    A comparação com novelas latinas também não faz muito sentido. A estrutura aberta é o único aspecto comparativo. Fora isso, é um animal completamente diferente, cujo conteúdo pende para o melodrama, com vilões e mocinhos bem definidos, guiados para um público leigo e pouco informado, que é a maioria dos brasileiros e o resto dos latinos.

    Lost não é a única série a conseguir casar enredos dinâmicos e serializados com os melhores aspectos da TV norte-americana. Babylon 5 já fazia isso há 15 anos atrás; Twin Peaks há quase 20 anos.

  16. Fernando dos Santos

    No duelo Fringe X The Mentalist eu sou neutro, pois nenhuma das duas acrescenta algo aos seus respectivos gêneros.No entanto Mentalist tem o mérito de não se levar muito a sério enquanto Fringe é pretensiosa e por enquanto parece estar bem longe de atingir as metas ambiciosas que traçou para si.

    No duelo serialized X trama semanal fechada, eu também sou neutro.Já vi séries ruins e boas nos dois formatos e acho que o fundamental é a competência de quem está atrás e na frente das camêras.
    E pelo que me lembro as séries com tramas serializadas não são coisa tão recente na tevê americana.No começo dos anos 80 já haviam Dallas,Dinastia e Chumbo Grosso(Hill Street Blues).Concordo que as duas primeiras não passavam de seriados com cara de telenovela, mas Hill Street é considerado até hoje um marco na história da tevê.Nos anos 90 a HBO se aventurou no terreno das séries sempre apostando em tramas contínuadas(serialized) conquistando publico e crítica e produzindo seriados que marcaram época.
    Na atual década outros canais a cabo seguiram o exemplo da HBO e também tiveram sucesso, principalmente Showtime,FX e AMC.

  17. Fernando dos Santos

    E apenas para complementar o que eu disse antes, penso que um fator determinante para o sucesso de uma série é a quantidade de episódios por temporada.
    Os seriados de tramas fechadas até podem ter 22 episódios por temporada sem problema, mas eu acho um absurdo que tenham tentado enquadrar Lost,Heroes e Prison Break neste modelo.Todos sabem o quanto elas foram prejudicadas com isto.
    Eu acho que o ideal para um produção serializada é 13 episódios por ano e talvez por isto o formato continuado ultimamente esteja dando mais certo nos canais a cabo, pois neles as temporadas sempre são menores que as das grandes redes.

  18. anderson

    Professor beto, minhas sinceras desculpas por ofendê-lo com tal erro.
    Quis dizer *nivelação* ao mesmo tempo que estavamos falando de “novelização” (essa cara doutor, confesso que não sei se existe)ai acho que come ti esta terrível e imperdoável falha.
    Por favor me indique um curso de aperfeiçoamento do meu português.

  19. Rubens

    Anderson perguntou:
    |Rubens, nao assisto séries a tanto tempo q nem você (…)
    | Mas antigamente nao existiam series com tramas longas? Perguntando
    | por curiosidade mesmo, akela Dallas nao seria uma?

    Sim, Dallas foi de fato uma serie diferente em sua época, era um novelão. Eu nunca assisti (por motivos óbvios), entao nao sei exatamente como era sua estrutura, se, por exemplo, mesmo sendo uma novela, em todo episodio existia ou não pelo menos uma historia com inicio/meio/fim para agradar ao espectador.

    Mas é preciso perceber que Dallas era uma exceção na tv americana, do mesmo modo que um seriado como “Vigilante Rodoviário” era um exceção no cenário da tv brasileira inundada de novelas.

    A tv americana produz e exibe anualmente, entre fall season e middle season mais de cem títulos de seriados diferentes, entre titulos famosos, titulos que só ficam no ar alguns poucos episódios antes do cancelamento, etc. Pois bem, dentre esses mais de 100 anuais, quantos seguem o formato de uma trama longa como Lost, sem historias que se fecham em um ou dois episódios? Quantos?

    É por aí que se percebe que a normalidade e o padrão da tv americana (ao menos a tv aberta) não são os seriados com histórias longas. Se você pesquisar, você até encontra vários e vários títulos assim, mas eles serao sempre a exceção das exceções (num universo de produção de mais de 100 titulos), e não a norma. E com mais fracassos do que sucessos, razão pela qual a tv americana aberta nao aposta muito no formato. (basta olhar as maiores audiências do ano).

    [ ] Rubens
    ps. Só para lembrar, eu ainda acho que uma unica
    temporada de uns 13 episodios para contar uma unica
    historia é viável, mas não mais que isso. E nunca
    uma experiência como Lost, que dura diversas
    temporadas.

  20. Rubens

    Gente, desculpe-me pela repetição acima, mas o site Teleseries, quando eu enviava o comentário, não estava me mostrando que o mesmo havia já havia sido aceito e repetia toda a minha mensagem no BOX destinado a escrevê-la… Pensei que estava com erro, reescrevi tudo e repostei.

    Peço mil desculpas… :-(

    Resposta do Editor: Removi os comentários duplicados.

  21. André L.

    Nah, a média de 30 Rock na 1a temporada foi de menos de 6mi também. Não é surpresa a renovação de Parks and Recreation.

  22. Lyze

    Gostaria de saber sobre os niveis de audiencia do seriado Lost aqui no Brasil e nos E.U.A.. Obrigada!

  23. MARCOS MUNIZ

    ACHO INTERESSANTE A DISTANCIA EM AUDIENCIA ENTRES TVS NOS USA,ISSO MOSTRA QUE AQUI NO BRASIL A IGNORANCIA É GRANDE DEMAIS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account