Log In

Notícias Novos Pilotos e Séries

Atriz de Preciosa e Laura Linney estão no elenco de série

Pin it

Gabourey SidibeGabourey Sidibe está colhendo os frutos de sua indicação ao Oscar 2010 de Melhor Atriz por Preciosa – Uma História de Esperança. Apesar de ter perdido a estatueta para Sandra Bullock em Um Sonho Possível, Sidibe já está escalada para um filme – Yelling to The Sky – e agora tentará a sorte na TV. A atriz novata conseguiu um papel fixo após apenas fazer uma participação especial no piloto da comédia The Big C, do canal Showtime.

A série é estrelada pela também indicada ao Oscar Laura Linney (ela concorreu em 2008, por A Família Savage; em 2005 por Kinsey – Vamos Falar de Sexo e em 2001 por Conte Comigo). Ela faz o papel de uma professora e mãe que descobre estar com câncer terminal; a partir daí, vai tentar viver uma vida bem-humorada. Gabourey será uma aluna sabichona da escola em que a personagem de Linney dá aulas. Oliver Platt (de Huff) completa o elenco como o imaturo, mas bem-intencionado marido da protagonista.

A atração, que teve o piloto dirigido por Bill Condon (de Dreamgirls e o acima mencionado Kinsey), foi escolhida para integrar a grade do Showtime ainda este ano, com previsão de estreia para agosto ou setembro, no final do verão americano. A temporada, que terá 13 episódios de meia hora, começa a ser gravada em maio.

Com informações da Variety e Worst Previews.

Séries citadas:

Cinéfilo assumido, também tem como uma de suas paixões os seriados de TV. É fanático por reality shows de competição, sendo o seu preferido The Amazing Race e suas diversas edições pelo mundo. Também adora Survivor, Hell's Kitchen e America's Next Top Model. Depois de entrar para o TeleSéries, passou a apreciar séries de ficção, como Being Erica, The Big Bang Theory, Glee, Dexter e principalmente, Breaking Bad.

14 Comments

  1. Pedro Paulo

    Gente, vocês ão têm idéia do quand=to eu virei fã doente da Gabourey – torci muito para ela ter ganho o Oscar – que interpretação é aquela em Precious? Perfeição é pouco!!!!!

    Torço pra que ela faça muito sucesso na tv ou no cinema, pois ela tem MUITO talento – o problema é que eles olham beleza e medidas (eu acho que ela tem um rosto lindo).

  2. Raruiz

    Concordo contigo Pedro!! realmente uma excelente atriz.

    Ela está perfeita em Preciosa! Recomendo o filme.

    E muito merecido para Mo’nique que interpreta a mae dela no filme ter ganhado o Oscar de coadjunvante…

  3. bia mafra

    eh verdade, pedro. no meio de tantos artistas bonitinhos que so fazem sucesso por conta da imagem, eh otimo ver alguem na contramao. eu ainda nao vi o filme, mas fiquei impressionada com a reação do publico no oscar, e não eh qualquer público.
    ai fica uma pergunta, cade o Gabeth (o unico bbb que tinha algum talento) e porque tenho que ver a cara do alemao toda hora? o que seria da hannah montana se ela fosse feia? e aquela gordinha do glee faria sucesso se o proposito do seriado nao fosse justamente as minorias?

  4. Pedro Paulo

    Nossa Raruiz, nem fala da Mo’Nique!!!! Surpresa do ano!!!! A interpretação dela foi de arrepiar! Pelo clipe do Oscar, até quem não viu o filme deu pra ficar espantado! E no mesmo clipe estava claro que nenhuma das outras quatro teve uma interpretação à altura dela (a queridinha-puxa-saco da academia Penélope, onde acho que Marion Cottillard merecia muito mais a indicação; a insossa Anna Kendrick; a mediana, com ego elevado Vera Farmiga; e a única que talvez poderia bater Mo’Nique foi a Maggie, interpretação realmente muito boa também.)

  5. Pedro Paulo

    “e aquela gordinha do glee faria sucesso se o proposito do seriado nao fosse justamente as minorias?”

    Pois é Bia. Quando a Mo’Nique fala no discurso de agradecimento no Oscar que a academia premiou o talento e não a política, ela quis dizer isso, que geralmente gordinhas sempre fazem papéis de “gordinhas comilonas”, “gordinhas vítimas”, “gordinhas divertidas”, etc. E pessoas negras sempre fazem papéis de favelados, pobres, vítimas dos brancos, etc. E realmente, o papel dela foi um papel sem ESTEREÓTIPOS, um papel que qualquer atriz (com talento, claro) poderia fazer.

    Bia, o desempenho das duas é magistral no filme. Mo’Nique (em relação ao filme bobinho Garotas Formosas, que eu gosto muito, e virei fã dela ali) nem parece a mesma atriz, parecia interpretação de Judi Dench, Maryl Streep, Hellen Mirren. Simplesmente bárbaro. Vale constar o show que Mariah Carey deu também no filme – mostrou que é uma excelente atriz – acho que ela deveria ter sido indicada ao invés da Anna Kendrick.

  6. Bruno Piola

    Pedro, discordo de duas opiniões suas. A primeira é que Mo’nique vencendo não foi nem um pouco uma surpresa, já que ela era a favorita para ganhar. Segundo, ela disse em seu discurso que o Oscar não é sobre política não por causa que seu papel foge do esteriótipo, mas sim porque ela não compareceu às divulgações de seu filme (como jantares) organizados pela Academia: ela achou, com isso, que poderia perder o prêmio. Felizmente, não foi o que aconteceu.

  7. Pedro Paulo

    No final do discurso, ela fala da academia premiar o que é certo, não o que é popular (leia-se Penélope Cruz, por exemplo).

  8. Bruno Piola

    Sim, esse popular não se refere às atrizes (seria muito rude da parte da Mo’nique se referir desse modo às outras concorrentes), e sim à tradição de divulgar à exaustão os filmes indicados pela Academia.

  9. Mauricio Costa

    Bruno, me desculpe mas é óbvio que a Mo’nique em seu discurso falava de algo muito mais profundo do que apenas “jantares” de divulgação organizados pela Academia. Use a cabecinha um pouco!! Ela se referia sim às ditas minorias( que não são nem de londe minorias no sentido literal realmente, mas sim são exluídas e preteridas), o discurso dela foi para os negros, para as mulheres, para os obesos, para os feios, para os pobres. Tudo aquilo que a personagem de Gabourey Sidibe representava no filme Preciosa.

  10. Bruno Piola

    Mauricio, os trechos citados pelo Pedro remetem a este incidente, claro que ela se referiu às minorias como na parte em que cita Hattie McDaniel. Agora gostaria de pedir que não usasse expressões depreciativas como “use a cabecinha um pouco”, como se o senhor fosse o dono da verdade e estivesse me ensinando o que é certo.

  11. Paullo kidmann

    ela realmente é talentosa…e eu amooo a Laura então vou assistir conserteza.
    sobre o oscar achei mesmo achando ela uma exelente atriz amei a Sandra ter ganho afinal esse oscar da Sandra foi pelo trabalho de praticamente uma vida heheh
    xoxo

  12. Paullo kidmann

    ah bia, a hanna montana não é bonita heheheh
    e concordo com o Pedro Paulo a Mariah deu um show mesmo, calou a boca de todos que meteram o pau nela pelo filme GLITER.
    M’ONIQUE MEREÇEU E PRONTO. (FATO)!
    convenhamos achei penelope cruz nada haver.

  13. Pedro Paulo

    Penélope Cruz tá virando a Meryl Streep da Academia – indicada até quando faz trabalhos apenas “corretos” no ano. Marion Cotillard ou Mariah Carey deveria estar no lugar dela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account