Log In

Opinião Preview

As primeiras impressões de ‘Suburgatory’

Pin it

Suburgatory - Piloto
Em um texto publicado aqui no TeleSéries em 2005, arrisquei uma previsão: disse que Desperate Housewives e Lost iriam influenciar tudo o que se produz em televisão ao longo da próxima década (texto aqui). Estamos na fall season de 2011 e, bom, até aqui minha opinião ainda não furou.

Lost gerou aquela penca de serial dramas de mistério, suspense e temática sobrenatural – que cada vez menos aparece na TV, por conta da dificuldade de agradar o público com este tipo de show. Desperate Housewives, ainda no ar e cada ano menos relevante, trouxe de volta ao primetime as comédias de uma hora de duração, reintroduziu este toque de serial/soap ao primetime (“Oh Mary Alice, What did you do?”), encontrou e glamurizou um nicho de público pouco explorado (é diretamente responsável por produtos de qualidade duvidosa do tipo a franquia Real Housewives) e, numa televisão onde a ação é basicamente ambientada em cenários urbanos, trouxe de volta o foco para a vida nos subúrbios – com suas cercas brancas e famílias (quase) perfeitas.

Se alguém me perguntasse qual a principal diferença entre o subúrbio e Manhattan, eu teria que dizer que são as mães. É como a marcha das mães. O lugar transborda delas. Estão nos shoppings, nos shows de rock, saindo de salões de bronzeamento, com chinelos de manicure, com as filhas sempre presentes, e enormes bebidas geladas com café.

Suburgatory - Piloto
A comédia Suburgatory é herdeira direta desta influência. Mais um show ambientado longe da cidade, desta vez mostrando um olhar “alienígena” sobre a vida em uma comunidade de classe média alta. Jane Levy (coadjuvante da comédia Shameless, competente, ainda que meio velha pro papel) é Tessa, filha única adolescente, que é levada pelo pai solteiro de Washington para o esta espécie de purgatório, depois que ele encontra uma caixa de camisinhas na sua gaveta.

Com um dos melhores elencos da fall season – Jeremy Sisto (ex-Law & Order e Six Feet Under, super confortável fazendo comédia) e Cheryl Hines (Curb Your Enthusiasm, perfeita no papel de soccer mom da alta sociedade), Ana Gasteyer (ex-Saturday Night Live, bem encaixada no papel da vizinha fofoqueira) e Allie Grant (de Weeds, sempre talentosa e nascida pro papel de outcast), Suburgatory entrega um ótimo piloto, com pelo menos uma dúzia de piadas que realmente funcionam. Do ponto de vista de Tessa e pai, vemos uma América com outros valores, que está repensando o tal sonho americano.

Suburgatory - Piloto
A grande questão de Suburgatory é se a série não é um destes shows com data de validade. Por quanto tempo Tessa e o pai serão estranhos nesta comunidade? E, mais ainda, por quanto tempo é possível ao mesmo tempo satirizar um estilo de vida e ainda mostrar um lado humano, algo que permite a identificação com os milhões de americanos que vivem (ou sonham com) uma vida assim? Porque isto não é uma série como Weeds, que está ali pra provocar. Suburgatory é uma comédia da Warner, produzida para a rede ABC, que não pretende agredir ninguém.

Nos EUA, Suburgatory vai até o momento fazendo uma boa temporada, com desempenho bem superior ao de Better with You na temporada passada, e forte candidata a ganhar uma segunda temporada. É um show honesto. E herdeiro direto daquela influência de Desperate Housewives, que ruma para completar uma década.

* * *

Suburgatory estreia no Brasil nesta segunda-feira, dia 31 de outubro, às 20h30, na Warner Channel.

Séries citadas:

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

4 Comments

  1. Pingback: Destaques da Semana – Brasil – 31/10 a 6/11

  2. Roosevelt Barros.

    Eu também adorei SUBURGATORY. Assim despretensioso e no final estava dando boas risadas com as piadas. Já entrou na lista das séries que irei acompanhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account