Log In

Preview

As primeiras impressões de ‘Elementary’

Pin it
Série: Elementary
Episódio: Pilot
Nº do episódio: 01x01
84
4.2
7

Muito tem se falado de Elementary desde antes da sua estreia oficial que será no dia 27 de setembro pela CBS. Isso se deve ao fato de que a série é mais uma das adaptações das histórias de Sherlock Holmes, obra de Sir Arthur Conan Doyle. A mais conhecida é a série britânica Sherlock, o que causou muitos comentários nas redes sociais questionando se Elementary seria uma cópia de Sherlock.

A CBS liberou o piloto da série e eu resolvi que me despiria de todos os eventuais preconceitos e tentaria assistir ao seriado. Pois bem, logo de cara somos apresentados a algumas novidades que já eram conhecidas desde o lançamento do trailer, como o fato de o grande parceiro de Holmes não ser mais John Watson, mas sim uma mulher, Joan Watson.

Devo confessar que achei a série apenas mediana. Gostei do cenário ser Nova York, do detetive estar repaginado e com um ar moderno – inclusive ostentando algumas tatuagens – e da utilização de modernas tecnologias dando ar de atualidade para a série. Porém, Holmes é conhecido por ser genial e insuperável na sua capacidade de observar a partir disso deduzir e solucionar os casos. Eles até tentaram dar essa característica a ele, mas achei que o caso foi bem fraco, especialmente por se tratar do piloto, que deveria prender a atenção do espectador. Com o caso sendo fraco, nada possibilitou que o detetive tivesse alguma sacada genial. Além disso, nenhum plot me instiga a seguir vendo a série. Nada ficou pendente.

O que mais me agradou foi o fato de que, aparentemente, Holmes e Watson serão apenas bons amigos. Não tenho dúvida que surgirão muitos shippers do casal, mas acho bacana que a relação fique apenas na amizade. Os dois tem boa química dessa maneira.

Embora eu saiba que na obra original os dois tenham ficado amigos rapidamente, acho que forçaram um pouco na intimidade assim tão de cara. Acho que seria mais interessante que alguns detalhes fossem se revelando aos poucos, como o fato de Watson ter perdido um paciente e por isso desistido de ser cirurgiã. Achei legal a saída que encontraram pra justificar a conhecida ‘misoginia’ do Holmes original.Em Elementary, ele apenas está decepcionado com algumas mulheres porque sofre de amor.

Espero que algumas melhorem para os próximos episódios principalmente os casos, porque esse nada teve de surpreendente e não nos possibilitou conhecer toda genialidade de Sherlock Holmes. Assim sendo, não foi nem uma obra prima e nem um lixo, vale a pena dar algum crédito pra série e aguardar os próximos episódios. De melhor, sinceramente, as atuações de Lucy Liu e Johnny Lee Miller.

Aguardo as opiniões de vocês sobre o episódio e nos encontramos a partir de 04 de outubro para as reviews de Elementary. Elementar, meu caro Watson ;)

Séries citadas:

Relações Públicas e Mestre em Comunicação Midiática pela UFSM. Não esconde sua paixão por reality shows, sendo fã especialmente de The Voice, Survivor e The Amazing Race. Suas séries preferidas são Friday Night Lights e The O.C, mas também nutre um profundo amor por Friends e Sex and the city. Atualmente assiste Orphan Black, Orange is The New Black, Broadchurch, Faking It, Girls e Nashville... Suas paixões mais recentes são The Affair, How to Get Away With Murder e Scandal (cujas 4 temporadas completas assistiu em apenas 20 dias).

Website: http://www.assmanncomunicaçãoestrategica.wordpress.com

8 Comments

  1. biancavani

    Gostei. O caso foi interessante, teve desdobramentos (a única coisa que dava para saber é que a conclusão inicial do caso era um encerramento precoce. Adorei o ator que faz Sherlock e não achei, como Gabriela, que ele seja exagerado. A bem da verdade, o Sherlock nos livros de Conan Doyle é mais exagerado que ele. Foi legal uma Doctor Watson e levar a história para Nova York dá para criar todo um novo universo, novos enfoques. Produção bem cuidada, como ademais o são em geral as produções americanas. Acho que vai ser bem legal. Já pelo piloto me tornei fã.
    (Não vou fazer comparação com Sherlock, a série da BBC (que eu adoro), porque na minha opinião cada uma delas deve ser vista por ela mesma, e não em relação à outra.)

  2. Maria Regina

    Concordo com a biancavani quando ela diz que Elementary e Sherlock devem ser vistas sem comparações entre elas. Eu gostei da série e sim, o caso era meio óbvio. O poder de dedução do novo Sherlock foi visto mais quando ele analisou a Watson. É muito estranho o John virar Joan, mas tudo bem.
    Pretendo acompanhar a série para ver onde ela vai.

  3. biancavani

    Também achei isso, Maria Regina: o piloto foi mais para conhecermos as personagens, e menos para apresentar um caso bombástico, em que a capacidade de dedução de Sherlock fosse levada ao limite, pois caso contrário não daria para fazer bem nem uma nem a outra coisa.

  4. Bianca Mafra

    To com a Maria Clara nessa, exagerado demais, teve conclusões lá meio sem sentido como o sabonete de mel, ou algo assim, para mim não seria o suficiente para saber que ela é cirurgiã. um pouco forçado demais, tanto nas deduções do Holmes como na intimidade dos dois. E Gabriela, sinto muito dizer, mas vai haver uma relação dos dois, pode ter certeza.

  5. Pingback: ‘Elementary’: Holmes e “a” Watson não terão caso amoroso, garante produtor

  6. Pingback: Destaques na TV – Quinta, 25/10

  7. FlaviaRibeiro

    Eu gostei de Elementary porque encarei esse Sherlock como um misto de Sherlock e House. O original não sofreria por amor. Esse sofre. Então achei que dá para curtir levando em conta que é uma adaptação mais do que livre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account