Log In

Opinião

A minha garota, digo, comédia

Pin it
Jordana Spiro em My Boys

Dá para contar nos dedos de uma mão quantas risadas eu já dei assistindo My Boys. E, considerando que a Sony já passou sete episódios da série até hoje, a média de risadas deve estar em torno de meia por episódio. Um “rá” por semana e olhe lá.

Mas quem curte comédias sabe que rir não é tudo. Sitcoms algumas vezes podem ser tão sedutoras como dramas e envolver o telespectador, tornando-se quase que uma extensão de nossas vidas. E My Boys carrega consigo estas possibilidades. É ao mesmo tempo original na temática, mostrando uma divertida garota que é quase um rapazinho no estilo de ser, e ao mesmo familiar, trazendo um grupo de amigos que são muito parecidos com os amigos de todos nós.

My Boys não é tão perfeitinha como Samantha Who?, que é a comédia do ano, mas cresce semana a semana, envolvendo apesar de sua completa despretensão.

Tem o potencial de um Friends ou de uma Sex and the City. E, diferente de Sex and the City, ela consegue falar de relacionamentos sem ser panfletária ou sexista. My Boys não exclui ninguém. Está mais na linha de Men in Trees, com seus monólogos bonitinhos sobre relacionamentos – aqui transformados naquelas típicas metáforas esportivas que nós homens adoramos usar.

My Boys não é engraçada, mas é alegre, divertida e fofa, fofa como as bochechas de Jordana Spiro. Aliás, My Boys precisava existir, só para que o mundo notasse a Jordana Spiro. Eu a acompanho desde suas poucas mas inesquecíveis participações em JAG e, justamente por isto, estava há quase um ano (leia aqui) esperando para vê-la como protagonista de uma série. E Jordana está perfeita no papel de PJ. Ela é moleca e sensual, suburbana e bela. É uma personagem tridimensional, crível.

No elenco de apoio ninguém se destaca, mas todos são suficientemente competentes para parecerem bem expontâneos na tela, que é o que importa.

My Boys é a grata surpresa desta temporada.

Séries citadas:

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

20 Comments

  1. Raquel

    Que legal um comentário sobre My Boys, finalmente!
    Assisto sempre e acho fofa, além disso a PJ cativa a gente, parece uma amiga. Bacana.
    Só uma observação: não suporto a tal Samantha Who. E ainda me dá uma aflição ver a “Sookie” como aquela amiga loser.

  2. Olga Nogueira

    Eu também gosto muito de My Boys e realmente PJ é cativante e muito próxima. Os rapazes parecem realmente um grupo de verdade, que se poderia encontrar entre nós. É muito legal!!!!
    My Boys parece verdade, poderia ser verdade. Men in Trees jamais poderia ser verdade e fora algumas bobagens e algumas chatices temos Chief Celia se revelando o melhor núcleo da história — excluo aqui totalmente o parzinho Patrick/Annie, das piores coisas já vistas nos últimos tempos).

    E também acho Samantha Who horrível. Já não assisto há muito tempo mas acabo vendo uma ou outra propaganda e o que vejo nela, continua sendo muuuuito artificial.

  3. Carina

    My boys é uma daquelas séries que a gente gosta por nos vermos nas situações apresentadas: é possível vc ver acontecimentos que vc já viveu, achar personagem tal parecido com algum amigo seu… fala de pessoas ” gente como a gente” e. por isto, é crível e cativante.

  4. Wel

    Discordo quando você diz que My Boys não é engraçado, o grande problema de My Boys é que suas piadas não são escrachadas, muito ao contrario são sutis e divertidas, além da brincadeira com a vida, pois realmente o que acontece com aquele grupo de amigos, poderia acontecer com qualquer pessoa, é uma comédia universal, por retratar situações do dia-a-dia.
    Quanto a questão de ser a grande surpresa do ano, tenho que concordar com você, apesar de estar esperando por My Boys a muito tempo, a série era uma grande desconhecida da maioria do público. Isto que faz dela mais legal ainda, pois é boa mais não é tão badalada.
    Quanto aos atores acho que todos foram muito bem escalados, cada um entendeu bem o seu papel e conseguem desenvolver os personagens muito bem. Acredito que Jordana Spiro esta muito bem no papel, mais não desmereceria Kyle Howard, Reid Scott (está perfeito como Brendan), Michael Bunin, Jim Gaffigan, Jamie Kaler e Kellee Stewart (a personagem que vem dar um contraponto ao lado muito masculino de PJ).
    Mais de modo geral só tenho a parabenizar o teleseries por falar de uma série, que realmente merece ser falada.

  5. Pedro Ortega

    Engraçado, Samantha Who tb nao me convence e olha que adoro a Chris Apllegate..o episódio em que ela “se esquece” como se faz sexo foi a gota dagua pra mim de tanta imbecilidade. Situações previsíveis puxadas por mtas caras e bocas. Até “Jesse” era melhor.
    Assisti a trechos de My Boys, nunca me prendeu, mas após tantas recomendações vou dar outra chance. Feliz 2008 a todos.

  6. Paulo

    A série realmente não é uma comééédia marcante, mais pela tematica de um seriado de 42minutos que dura só 21, se destaca, eu mesmo ri pouquissimas vezes com essa série, mais eu assisto sempre que possivel na Sony e eu concordo plenamente, a P.J é um colirio, fofa e boua ao mesmo tempo, com uma mulher dessas, ou voce casa, ou vc casa.

  7. Vicente

    Nunca assisti a essa série mas seu comentário instigou a minha curiosidade: vou aproveitar a fase de reprises e conferir nesta segunda…

    Feliz 2008!

  8. Rafaelly

    Já assisti a uns dois episódios de My boys e não vi muita coisa não…mas vou dar uma outra olhada…Nunca se sabe.Pode ser igual ao que acontece comigo em relação a música: tem umas que eu gosto de cara e tem outras que eu só começo a gostar depois de ouvir pela milésima vez…hehehe

    E adoroooo Samantha Who!!!É uma série que força a risada mas mesmo assim adoro.Applegate tá demais e a Melissa McCarthy não é boa atriz(assim como não era em Gilmore Girls), mas tem uns momentos trash que eu adoooooooro!!!hehehe…Jennifer Esposito tb tá bem(E um tanto afetada,mas tá!).Será Samantha Who meu Guilty Pleasure???hehehe

  9. Angelo

    PARA MIM, Will & Grace é uma das maiores e melhores comédias já feitas na história da TV (apesar de ter pendido bastante para o caricato em suas últimas temporadas)e, (in)felizmente, não consegui achar outra a sua altura.

    “The Big Bang Theory” me prendeu as poucas vezes em que a vi e o objtivo de “Samantha Who?” é a piada pela piada (afinal, muitas sacadas são brilhantes no texto da série embora as tramas sejam mais do que implausíveis).

    Quanto à Melissa McCarthy eu discordo completamente das críticas. O tempo de comédia dela é excelente!

  10. Pedro Ortega

    Bem, assisti a um episódio inteiro de My Boys (a duras penas..minha atenção caía a toda hora)que confirmou minhas impressões após ter assistido outros epis sem chegar ao fim.

    Parece que a única motivação de todos é resolver situações amorosas, e falar, falar mto delas.
    A grande questão é: o que faço pra ficar com esse cara..o que faço pra ganhar aquela garota? Muito pouco viu..

    Não vejo os personagens em situaçãos como: problemas com o chefe, em pagar aluguel, problemas com colegas de trab., doenças, filhos de outros casamentos, etc…nada, a vida não existe pra essa galera a não ser pra ficar nessa lenga-lenga à la sexy and the city.

    Gostaria mesmo de curtir My Boys..Jordana é uma gracinha, fácil de se gostar..mas..francamente…eu passo.

  11. Olga Nogueira

    Te dou razão, Pedro. My Boys é mesmo focada nos relacionamentos e não em trabalho ou situações do dia-a-dia. A questão que ela discute é: como se relacionar amorosamente com um homem quando se é perfeita como amiga deles??? Essas questões de PJ me agradam e divertem. Gosto muito da série!

  12. Pedro Ortega

    Voce destacou um ponto legal Olga, mas My Boys não me fisgou, ainda que eu adorasse ter uma PJ em minha vida rs. Abraços.

  13. Marcelo

    A razão de existir da série é a Jordana Spiro, esta atriz tem tudo para ir longe

  14. Paula

    Prefiro My Boys a Samantha Who?, que não me cativa. É uma série gracinha.

  15. gessica

    Adorei seus comentários sobre MY BOYS ouvi tantas criticas q. não queria acreditar q. só eu esperava para me deleitar as segundas com a meia hora mais gostosa do Sony.

  16. Bianca Mafra

    Acho que My Boys e Samantha’s who? seguem direção opostas, enquanto se espera pouco de MB e ela vai te conquistando pouco a pouco, com Sam, acontece o inverso, se espera demais, e vai se perdendo. Mas ainda assim gosto das duas. Ouso a dizer que My Boys eh boa no todo e Samantha’s tem seus grandes momentos. Detalhe: adoro as cenas dela com o porteiro, essas são imperdíveis, o melhor da série.
    Quanto a temática, concordo que seja voltada para relacionamentos, até porque são jovens razoavelmente bem sucedidos,sem filhos, sem preocupações futuras (com excessão do irmão da PJ), natural. mas ja vi muito a pj falar de problemas de trabalho, ética principalmente.

  17. Ana

    Eu adoro My Boys, o problema é que a série começa a parecer repetitiva, sem um aprofundamento na vida dos personagens, até entre eles mesmos. Fica parecendo algo superficial e então acabamos perdendo as expectativas, já que praticamente não tem muita estória pra ser contada. Eu, pelo menos, fico ansiosa pra ver mais acontecimentos, além deles ao redor daquela mesa jogando pôquer ou naquele bar onde eles sempre se reunem. Tenho um carinho especial por todos os personagens, especialmente pelo Kennye pelo Andy, mas eles estão me parecendo um pouco vazios… Espero ver mais!

  18. eloisa

    eu queria ser a PJ.. amo ela, amo o brandon, o boby, amo a serie…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account