Log In

15 Razões

15 razões para amar séries teens

Pin it

Sempre tem e sempre terá ao menos uma série adolescente de destaque por ano. São tantas. Algumas fazem sucesso, outras se arrastam no fracasso, e há aquelas que encontram um cantinho cativo nos canais teens. A verdade é que se você não é, ao menos já foi adolescente, e por isso, os dramas, alegrias e confusões desta fase da vida servem como inspiração ou reflexão para um público cativo.

O 15 Razões desta semana traz alguns motivos para você se ligar nas séries teens.

1 – O ambiente escolar/universitário que normalmente é cenário destas séries

Normalmente as séries teens são ambientadas em escolas ou universidades. Em Glee, por exemplo, os corredores do McKinley e de NYADA serviram de cenário para muitas performances musicais memoráveis, como I kissed a girl. Impossível esquecer, também, da disputa pelos degraus mais altos na Constance Billard, escola frequentada pela elite de Nova Iorque em Gossip Girl ou do romance ingênuo de Carrie e Sebastian, que acontece entre os armários da escola. Afinal, tudo começa na escola, desde disputas por poder até os mais belos romances e amizades. Enfim, quase toda série teen que se preze tem o ambiente escolar como cenário para o desenvolvimento das tramas, o que nos faz relembrar aquele período de nossas vidas com saudosismo, ou então, desejar ter estudado em outra escola ou universidade só para viver as mesmas histórias dos personagens das séries.

2 – As tramas

Tem para todos os tipos e gostos. Drama, comédia, sobrenatural, porque sabe como é? Adolescentes são um turbilhão de emoções. Você pode ser um lobisomem, como o Scott, de Teen Wolf, e ser tão normal quanto o seu vizinho. Lobinhos existem por aí. posso garantir. Em Gossip Girl, Chuck e Serena tem problemas em lidar com drogas e bebidas. Muitas vezes abusam destas substâncias. O mesmo acontece com Tim Riggins em Friday Night Lights. Ainda em FNL, temos troca-troca de casais entre amigos, violência contra a mulher e equívocos cometidos que levam os jovens inclusive para a cadeia. As brigas entre diversos grupinhos na escola também são recorrentes em séries teens e podemos ver isso em GG, The Carrie Diaries e Glee. Além destas, diversas são as tramas que ajudam a constituir uma série adolescente. A verdade é que todas elas movimentam o enredo e por consequência fazem com que acabemos nos apaixonando por este segmento de seriados.

3 – Os dramas que são os mesmos pelos quais estou passando

Se gostamos tanto das tramas, provavelmente é porque já passamos ou estamos passando por situações semelhantes aquelas retratadas nas séries teens. Quem nunca sofreu pelo primeiro amor? Ou então por ter sido traída por aquela amiga que acreditava que seria pra sempre? E quem não conhece alguém que tenha enfrentado problemas com álcool ou drogas, ou até uma gravidez na adolescência? Todas estas tramas estão presentes no nosso dia a dia, especialmente quando somos adolescentes. É por isso que elas são retratadas em séries como Glee, Gossip Girl, Friday Night Lights e The O.C. E, provavelmente é por isso, que nos identificamos tanto com estas séries.

4 – Os mistérios

Geralmente as séries teens envolvem algum mistério que deve ser resolvido no decorrer da série.  É inegável que isto prende a atenção do telespectador. Quem não ficou tentando adivinhar até o último episódio quem era a Gossip Girl? Além de prender a atenção do telespectador estes mistérios movimentam o fandom e a internet, fazendo com que se fale muito sobre a série. É o caso também de Pretty Little Liars e o mistério da(o) – A e de quem matou Alison. Deixar um mistério no ar é uma boa estratégia de prender a audiência e os roteiristas das séries teens parecem dominar esta com perfeição.

5 – O casalzinho para shippar

 

A história de amor – muitas vezes o primeiro amor – também é um clichê nas séries teens, embora também seja recorrente em outros tipos de séries. A verdade é que estes romances nos fazem acreditar no amor eterno. Torcemos para que o casal formado na adolescência permaneça junto “até que a morte – ou o cancelamento – os separe”. No caso da morte é impossível não lembrar de Marissa e Ryan, o casal problema de The O.C, que entre idas e vindas terminou para sempre com a morte da personagem em um acidente de carro. Já no que tange ao cancelamento, pelo menos podemos imaginar que os pombinhos viveram felizes para sempre, casos de Chuck e Blair em Gossip Girl e Lois e Clark em Smallville.

6 – Irmãos

O período da adolescência muitas vezes é a fase mais complicada no relacionamento entre irmãos. Devido a todas as mudanças pelas quais passamos nesta fase da vida, muitas vezes ficamos intolerantes e acabamos brigando com os irmãos muito mais do que gostaríamos. Mas é verdade, também, que é nesta fase da vida que aprendemos que os irmãos são aqueles em quem poderemos confiar sempre, desde nossos segredos mais profundos até na hora em que precisamos de uma ajudinha para aprontar alguma. Como não poderia deixar de ser, as nuances dos relacionamentos entre irmãos são muito retratadas em séries teens, como por exemplo, na parceria e no amor sempre presentes entre Serena e Eric e na proteção de Dan com Jenny, ambos em Gossip Girl.  No entanto, não poderia deixar de lembrar a dupla emblemática de The Vampire Diaries. Damon e Stefan nos mostram que nem sempre a convivência entre irmãos é tão boa, visto que às vezes estes podem até se ver envolvidos em um estranho triângulo amoroso.

7 – Bromance / Sismance

Entre o amor e a irmandade há espaço para a amizade. Estas relações são tão bem retratadas em seriados que se criou inclusive um termo para abordar a questão. Trata-se dos bromances ou sismances, uma mistura entre irmandade (bro vem de brother e sis de sister) e romance. Assim como os dois itens anteriores, muitas vezes é na adolescência que nossas amizades do resto da vida se iniciarão – embora também existam os amigos de infância.  É o caso, por exemplo, de Serena e Blair em Gossip Girl, que entre inúmeras brigas e rompimentos sempre foram o porto seguro uma da outra. Impossível também não lembrar da lealdade entre Seth e Ryan em The O.C, que sempre são uns dos primeiros a serem lembrados quando o termo vem a tona. Há ainda uma menção honrosa a Clark e Chloe de Smallville, embora eles não se encaixem em nenhum dos termos.

8 – A trilha sonora

Geralmente as trilhas sonoras de series teens costumam ser aclamadas pelo público e pela crítica. É impossível não ouvir os primeiros acordes de California do Phantom Planet e não lembrar imediatamente da(s) abertura(s) de The O.C. Além disso, a série também contou com muitas participações especiais de bandas que tocaram no ‘Bait Shop’, conhecido ponto de encontro dos personagens. Dentre elas podemos citar The Killers e The Subways. Outra série que teve participações especiais musicais de peso foi Gossip Girl, contando inclusive com um show da banda Florence and the Machine, cuja vocalista Florence Welsch é amiga pessoal de Blake Lively, a intérprete de Serena Van der Woodsen. One Tree Hill também tem uma trilha marcante e adotou inclusive estratégias interessantes, como a venda de cd’s cuja renda foi revertida para a caridade. O desenvolvimento do cd foi realizado por Peyton, na própria série, fazendo com que a história se mesclasse com a realidade em um bom exemplo de transmídia. Menção honrosa para The Carrie Diaries e a primorosa trilha com músicas originais da década de 80.

9 – A moda

Tendências da moda mundial transitam nas telas de nossas televisões – ou qualquer outro aparelho que possamos usar para ver séries – sendo usadas por figuras icônicas do mundo fashion dos seriados, como Carrie Bradshaw e Serena Van Der Woodsen. Algumas vezes, as próprias atrizes passam ser ícones da moda e garotas propaganda de marcas reconhecidas mundialmente por causa de suas personagens, caso de Blake Lively e a Chanel. Não são poucas as garotas (e garotos, por que não?) que se inspiram nos looks usados pelos personagens das séries teens para compor seus guarda-roupas, ainda que a diferença climática entre Brasil e Estados Unidos faça com que alguma adaptação seja necessária. Não é delicioso poder estar atento à moda mundial sem precisar ler a Vogue ou acompanhar os desfiles das semanas de moda que acontecem pelo mundo afora?

10 – O time (futebol americano, basquete…)

Como já falei anteriormente, as séries teens geralmente são ambientadas em cenários escolares. Assim, os amantes do esporte podem se deleitar, já que boa parte da trama é dedicada ao time da escola. O primeiro exemplo que me vem à mente é o Dillon Panthers, time de futebol americano de Friday Night Lights, comandado pelo coach Taylor em torno do qual toda trama se desenvolve. Mas, poderia também citar inúmeros outros exemplos, como o time de futebol americano da McKinley High School ou o time de basquete de One Tree Hill. E quem não é amante do esporte também pode ficar feliz, porque não dá pra negar que o Tim Riggins fica muito mais charmoso no uniforme dos Panthers, ou que é muito melhor ver o Lucas Scott em uma regata do uniforme de basquete.

11 – Os atores/atrizes lindos e com cara de novinhos

Quem não lembra de Katie Holmes, no auge dos seus 20 anos, interpretando Joey Potter em Dawson’s Creek? E Sophia Bush, com seus 21 em One Tree Hill, fazendo par com Chad Michael Murray, também novinho, com seus 22? A verdade é que nem sempre os atores são tão novos ao interpretarem papéis de adolescentes nas séries e muitas vezes acabam não convencendo tanto, pois já tem uma idade avançada para interpretar personagens que frequentam o colegial. A verdade é que é imperdível ver que nomes como os citados anteriormente já estão em nossas televisões há tanto tempo. O mesmo vale para Rachel Bilson, a eterna Summer de The O.C e Tom Welling em Smallville. Certamente daqui há uns anos Austin Butler e AnnaSophia Robb integrarão listas como essa.

12 – O galã atleta

Se os times fazem parte de praticamente todas as séries teens, obviamente também há o galã da escola, que geralmente é atleta destaque e nos faz suspirar a cada aparição. Exemplos não faltam, basta escolher quem mais lhe agrada ou então qual esporte você prefere. Pode ser o Finn Hudson, de Glee, o Lucas Scott, de One Tree Hill, ou até o Nate Archibald de Gossip Girl, que poucos lembram, mas que era praticante de corrida e de lacrosse. Tem pra todos os gostos, basta admirar.

13 – As líderes de torcida

Quem também faz parte do cotidiano escolar e por conseqüência das séries teens são as líderes de torcida. Se o galã atleta agrada as meninas, as cheerleaders arrancam suspiros dos marmanjos. Elas treinam suas performances tanto quanto os atletas treinam seus esportes e estão sempre dispostas a torcer e embelezar ginásios, estádios – e nossas telas – por aí. Impossível não lembrar do uniforme azul e branco das cheerleaders de Friday Night Lights, que estavam à postos todas as sextas-feiras. Há ainda as de Glee, que eram capitaneadas pela Unholy Trinity e as belas líderes de One Tree Hill, que diferente do usual não torciam por um time de futebol americano, mas um de basquete. E aí, quem nunca sonhou em ocupar o topo da pirâmide?

14 – As bitches

 

É praticamente impossível pensar em série teen em não pensar em bitches. Glee, por exemplo, está cheia delas. Dos personagens do cast original podemos lembrar inicialmente de Quinn Fabray e Santana Lopez, e dos novos personagens logo lembramos de Kitty. Mas não é só em Glee que as bitches aparecem. Que o digam Donna, de The Carrie Diaries, Katherine, de The Vampire Diaries e Blair Waldorf de Gossip Girl. A verdade é que todas elas tem um charme especial e nos fazem amar ainda mais as séries teens. Que graça teria a vida se todo mundo fosse bonzinho?

15 – Como todo adolescente pode misteriosamente viver sozinho, provido de comida e carinho, e está super bem sobre isso

Basicamente, ele é tudo o que você não foi, não é, e provavelmente não vai ser. Muitos deles são órfãos, ou simplesmente têm pais negligentes, o que não é nada legal. Mas, de qualquer modo, a vida é boa, apesar dos dramas, independência e adolescência é coisa mesmo de fantasia. Vamos citar o caso de O Quinteto, cinco jovens, sem pais, sem lenço e sem documentos. Imagina o que não acontecia por lá? Já em One Tree Hill, Peyton morava praticamente sozinha, já Brooke teve que se emancipar para ficar em Tree Hill. E nem foi difícil assim.

Séries citadas:

Relações Públicas e Mestre em Comunicação Midiática pela UFSM. Não esconde sua paixão por reality shows, sendo fã especialmente de The Voice, Survivor e The Amazing Race. Suas séries preferidas são Friday Night Lights e The O.C, mas também nutre um profundo amor por Friends e Sex and the city. Atualmente assiste Orphan Black, Orange is The New Black, Broadchurch, Faking It, Girls e Nashville... Suas paixões mais recentes são The Affair, How to Get Away With Murder e Scandal (cujas 4 temporadas completas assistiu em apenas 20 dias).

Website: http://www.assmanncomunicaçãoestrategica.wordpress.com

9 Comments

  1. Thayná Pompeu.

    Foi-se o tempo em que se fazim séries teens do nível de The O.C, One Tree Hill e Dawson’s Creek! Saudades, apenas saudades! :’)

  2. JuliaBerringer

    Séries teens são muito amor! Do mesmo jeito que fico mais velha fico também mais viciada em séries do tipo…Vai entender hehehe

  3. Cleidepp

    tá já passei da idade hehehehehe
    mas continuo vendo Teen Wolf …. my guilty pleasure

  4. Arthur de Melo

    Adorei o seu especial sobre as séries teen Gabriela. Você está de parabéns, ficou perfeito! Muito bom relembrar os velhos tempos de The OC! =)

  5. Arthur de Melo

    Falou tudo Thayná! Apenas saudades! =/ Pena que não volta mais.

  6. Bruna

    Acho que esse é meu gênero favorito, tanto que já vi a maior parte dessas séries… The OC, OTH, GG, FNL, PLL, TVD, Smallville, Glee. DC. Eu nem ligo, adoro!

  7. coelho rebelde

    Senti falta :

    Irmãos WINCHESTER

    DALARIC ( Bromance Damon/Alaric)

    LUCK ( Atleta galã The O.C), JACKSON ( Atleta galã TEEN WOLF)

    Os Bitches DAMON , KLAUS (The Vampire Diaries)
    CHUCK ( Gossip Girl)
    Gosto de atores mais velhos fazendo papeis teen. Adolescentes de verdade podem ser magrelos ter espinhas …sei la.
    Alem do mais se a genetica favoresse,meus parabens por parecer Teen.
    Gregory Smith por exemplo mesmo sendo o ofivial da lei Dov em ROOKIE BLUE segue tendo o mesmo ar adolescente do Ephram de EVERWOOD.
    Adorei lembrar dessas serie principalmente THE O.C

  8. Camila

    “e está super bem sobre isso”. Texto em inglês mal traduzido.

  9. LUCAS

    GOSTARIA DE AGRADECER PELO SEU SITE. HOJE TENHO 27 ANOS E MUITAS DAS MELHORES SÉRIES QUE JA PASSOU NA TELEVISÃO EU ASSISTI E VIVI A PARTIR DOS MEUS 12 ANOS. SOU UM FANÁTICO POR SÉRIES, PRINCIPALMENTE AS DE COMÉDIA, DRAMA, POLICIAL E SELETIVAMENTE AS QUE ENVOLVEM VAMPIROS OU FICÇÃO CIENTÍFICA. A SÉRIES QUE MAIS ME MARCOU E QUE AINDA ASSISTO (PQ TENHO GRAVADO) SÃO BARRADOS NO BAILE, DAWSONS CREEK, FRIENDS, UM MALUCO NO PEDAÇO, AMERICAM PIE (QUE NÃO FOI UMA SÉRIE MAS PODERIA TER SIDO) E PRINCIPALMENTE ONE TREE HILL, PRA MIM ESTA ULTIMA É A MELHOR DE TODOS OS TEMPOS, FOI A QUE MAIS ME TOCOU. MAS RECENTEMENTE VENHO ASSISTINDO DOIS HOMENS E MEIO, BIG BANG A THEORY, CSI, GREYS ANATHOMY, DR. HOUSE, GOSSIP GIRL E MUITAS OUTRAS. VC TEM RAZÃO QUANDO DIZ Q AS SÉRIES NOS TRAZ UM MUNDO DIFERENTE, Q É O MUNDO Q QUERIAMOS TER VIVIDO. ESTUDAR NUMA ESCOLA MASSA, CONHECER GAROTAS LINDAS, VIVER UM GRANDE AMOR ADOLESCENTE, NOS POR EM REFLEXÃO SOBRE ESPECTATIVAS PARA O FUTURO, SER ASTRO DO TIME E ADMIRADO POR TODOS, POR FIM, VIVER A REALIDADE DITADA NAS SÉRIES DE HOLLYOOD, MESMO SABENDO Q ISSO TUDO NÃO PASSA DE FICÇÃO. CRESCI ASSISTINDO SÉRIES MARAVILHOSAS E AINDA ASSISTO, É O MOMENTO EM QUE POSSO SONHAR COM O Q PODERIA TER SIDO. DUVIDO QUE ALGUÉM Q GOSTA DE SÉRIE COMO EU NÃO TENHA PENSADO NISSO, PENSADO EM SE MUDAR PARA OS EUA. TODOS QUIZEMOS SER POPULAR NA ESCOLA, TODOS QUIZEMOS TER AMIGOS VERDADEIROS Q PODIAMOS CONTAR A TODO MOMENTO, TODOS SONHAMOS QUE A VIDA SERIA MAIS FÁCIL. INFELIZMENTE O Q SOBRA DA REALIDADE PASSADA POR ESSAS SÉRIES É SIMPLESMENTE NOSTALGIA, A VIDA SEGUE, MAIS SEMPRE TEREMOS O MUNDO CRIADO POR ESSAS SÉRIES EM NOSSOS CORAÇÕES. OS HABITANTES DE TREE HILL VIVEM NO MEU. OBRIGADO POR ESTE POST. VC DEVERIA FAZER UM POR SÉRIE, SERIA MARAVILHOSO. ATÉ UM NOVO COMENTÁRIO. TO TE SEGUINDO GABRIELA. BJO. THAU.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account