Log In

Especiais

‘Leverage’: a equipe que Robin Hood sonhou em ter está de volta!

Pin it

Os ladrões mais queridos da televisão retornam neste domingo, dia 15 de julho, às 20 horas, na TNT dos Estados Unidos. Leverage estreia a sua quinta temporada depois de ter um aumento de 10% na sua audiência no quarto ano da série, conquistando uma média de 4.8 milhões de espectadores. A quinta temporada de Leverage terá 15 episódios e será dividida em duas partes, com um hiato entre os meses de agosto e dezembro.

 

A série é de criação de John Rogers e Chris Downey e não é muito conhecida do grande público. No entanto, Leverage conquista quem acompanha seus episódios, prova disso é a evolução da audiência com o passar das temporadas. Sem muito alarde, mas com um roteiro afiado, personagens bem trabalhados e episódios de tirar o fôlego, Leverage faz com que os espectadores se importem com cada um da equipe de Nathan Ford (Timothy Hutton).

Cada personagem possui características muito peculiares e essa diversidade os transforma em uma ótima equipe. Parker (Beth Riesgraf) é uma ladra metida a Tom Cruise em Missão Impossível, mas que não tem habilidade nenhuma com as pessoas. Sophie Devereaux (Gina Bellman) é a golpista do grupo e, ao contrário de Parker, tem muita habilidade em lidar com pessoas. Tanta habilidade, que nesta altura da série nem a audiência e nem Nate sabem o verdadeiro nome dela.

Eliot Spencer (Christian Kane) é o cara durão, ou nem tanto assim. Responsável pelas brigas, Eliot odeia armas e é quase imbatível sem elas, mas o coração dele é mole e ele não resiste a uma criança ou mulher indefesa. Alec Hardison (Aldis Hodge) é o hacker responsável por toda a alta tecnologia necessária para que a turma de Nate consiga ter sucesso em seus “jobs” – cada episódio é um trabalho (job) diferente. A falta de tato de Hardison e Parker e o relacionamento dos dois são uns dos toques mais interessantes do seriado.

O líder dessa turma é Nathan Ford, ou simplesmente Nate, e ele comanda o grupo que com o passar dos quatro anos de trabalhos já se tornou uma família. Os momentos mais engraçados da série são em decorrência dessa diversidade de características de seus personagens e o fato desses anos de companhia fazerem eles se importarem muito uns com os outros e aprenderem a lidar com as diferenças entre si. Essa química ajuda muitas pessoas indefesas e injustiçadas, pessoas que não conseguem ter seus problemas resolvidos através da justiça ou da polícia. Para estas pessoas que trabalham Nate, Sophie, Parker, Eliot e Hardison.

Para a quinta temporada, Leverage tem confirmadas as participações de Adam Baldwin (Chuck), Treat Williams (Everwood) e Matthew Lillard (o Salsicha dos filmes do Scooby-Doo). Baldwin vai ser Michael Vance, um homem responsável por uma unidade do governo contra o terrorismo. Williams fará uma participação especial em um dos episódios e será Peter Rising, um ex-jogador de hóquei e atual dono de uma equipe profissional. Já Lillard faz participação em um dos episódios da série sendo Gabe Erickson, um empresário corrupto que se mantém em liberdade até se deparar com a turma de Nate.

No final da quarta temporada, Nate iniciou a vingança pela morte de seu pai fazendo com que Victor Dubenich (Saul Rubinek) e Jack Latimer (Leon Rippy) acabem se matando (ou não). O que a quinta temporada pode nos trazer é a volta de um desses dois personagens, pois não temos absoluta certeza que os dois morreram. Outra hipótese sempre é o retorno de Jim Sterling (Mark Sheppard) ou um novo vilão na vida de Nate Ford e companhia. O cartaz promocional da série (que você pode conferir no final do post) afirma que a vingança está no futuro, ou seja, Nate ainda não terminou este “job”.

Nossos Robin Hoods modernos devem se instalar em uma nova sede na quinta temporada, já que a antiga casa de Nate foi descoberta e a “Batcaverna”, para tristeza de Hardison, já foi descartada por Nate. E esta não é a única mudança física em Leverage. A produção da série, que é feita na cidade de Portland, precisava fingir que todas as tramas se passavam em Boston. Agora definitivamente as histórias de Leverage serão vivenciadas em Portland. Em entrevista ao TV Line, Aldis Hodge afirmou que essa decisão permite que a produção trabalhe com a beleza da cidade e as empresas locais. Segundo o ator, a série ainda vai dar uma ótima explicação do porquê eles realmente foram para Portland. A quinta temporada de Leverage também deve continuar com os episódios diversificados, em um dos “jobs” Eliot vai trabalhar nos anos 70 e o resto do grupo deve se caracterizar à época também.

A TNT disponibilizou muito material para os fãs do seriado no site oficial, como quizzes, fotos, vídeos, jogos, conteúdo exclusivo para iphone, ipad e desktop. Além do site, os fãs podem acompanhar as novidades sobre o seriado através do Twitter, Facebook e Tumblr.

Leverage será transmitida pela TNT americana aos domingos, às 20 horas. No Brasil a série passa no canal Space, que atualmente transmite a terceira temporada nas terças-feiras, às 21 horas.

Confira a promo da quinta temporada, em inglês:

 

Cartaz promocional da quinta temporada:

Com informações de IMDB, Leverage TNT, Leverage Space e TV Line.

Séries citadas:

é Jornalista, Publicitária, Gaúcha, Capricorniana de 84. Além de escrever no TeleSéries, trabalha como coordenadora de imprensa na Prefeitura de Taquari e assessora de imprensa no Campeonato Gaúcho de Rally 4x4. Fã de cinema, esportes, literatura, música e séries de televisão. Começou a assistir seriados com E.R. e Arquivo. X. Gostaria de ter estudado em Hogwarts, jogado quadribol e tomado cerveja amanteigada, mas se contenta com um gol do Grêmio e uma Heineken. Nunca ganhou um prêmio importante, mas já levou pra casa um Kikito de chocolate de Gramado/RS.

Website: http://www.alineben.blogspot.com

6 Comments

  1. Aky1980

    ADORO! Pior que fui conhecer esse seriado na tv Bandeirantes, dublado, de domingo pra segunda na madrugada e em dia de insônia. Comecei a ver e me empolguei com a história. Não sabia nem o nome, fui correndo pro imdb pesquisar usando o nome do Timothy Hutton e caí de costas ao descobrir que o hitter era o lindo Christian Kane de Angel (era lindo pq tá bombado demais pro meu gosto, mas a voz… ahhhh o ep. em que ele canta é demais)

    Em um mês vi as 3 temporadas e viciei. Meu marido também adora. E como boa nerd, adoro todas as referências que o seriado faz, principalmente os sobre Dr. Who!

    Demais! Sempre boas risadas e ação.

  2. Aline Ben

    O episódio em que o Eliot dá uma de cantor country é demais mesmo… hehehe, e ele manda bem. Na TV aberta brasileira a gente acaba descobrindo bons seriados nas noites de insônia mesmo… hehehe, ainda sim que dublados. Dessa forma eu descobri The Closer. :)

  3. olhos amarelos

    Conheci a serie por um canal do Uruguai k pega aki na minha cidade(santana do livramento ,RS)e ñ gostei ,acredita!
    Mas graças a Deus eu continuei olhando pela internet e me apaixonei(O Christian Kane teve muito a ver com isso;)
    Entre as 30 e tantas series k eu tento acompanhar,LEVEREGE ta no meu TOP10 

  4. Aky1980

    É, o Christian Kane canta bem desde a série Angel (lindo quando ele canta L.A. Song, fiquei com a cara de boba da Charisma Carpenter)

    Legal tb é procurar no youtube o Christian Kane com o Jensen Ackles. Compre um e leve dois! hehehehe

    E ótima estréia. Relembrar as paixões do time (Sophie -teatro, Elliot – cozinha e Parker – dinheiro!) foi muito boa e a mudança para Portland não ficou tão bizarra.

    Q venha mais..

  5. Aline Ben

    Concordo completamente que o Christian Kane é um baita incentivo para assistir Leverage! Hehehe. Em breve review do episódio de estreia aqui no site do TeleSéries!

  6. Pingback: Leverage – The Very Big Bird Job

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account